De melhor amigo a namorado.

25/04/2013 23:20

  

   Ola a todos eu sou o Joka tenho 1,80 de altura tenho um corpo normal , branco com pelos apenas no centro do peito que descem fazendo o chamado caminho da felicidade que encontra com meus pentelhos aparados em cima do meu pau de 18cm não circuncidado e meu saco raspado. Eu nunca tinha sentido atração por homens, devo ate confessar envergonhado que era ate meio preconceituoso com relação ao homossexualismo porem tudo mudou quando conheci Tell, um cara boa pinta com cara de garotão, mas que as vezes soria com ar de safado e fazia um olhar matador que desde a primeira vez que vi é como se percorresse uma corrente elétrica pela minha coluna. Tell tem o corpo normal como eu sem barriga branquinho com cabelos lisos ate o pescoço meio loiro.

Nos conhecemos no primeiro dia do ultimo ano do ensino médio desde então nos conhecemos melhor dia após dia ele era muito legal e divertido, sempre com uma piada uma brincadeira, minha atração por ele era a cada dia maior e era apenas por ele, saiamos eu pegava garotas, ele também, dançávamos nos divertíamos mas nunca aconteceu nada entre nos ficava ainda mais excitado vendo ele beijar as minas, parecia beijar tão bem tão gostoso, quando elas levantavam sua camisa mostrando um pouco do seu corpo me alucinava e me fazia beijar com mais intensidade quem estava ficando.

Terminamos o ensino médio e ingressamos na faculdade, escolhemos o mesmo curso e fomos dividir o mesmo quarto em uma pensão.

Estávamos com 18 anos e em uma festa na pensão que morávamos de um amigo nosso estávamos bebendo e ele me chamou para me mostrar um vídeo muito legal fomos para o nosso quarto onde ele me colocou o vídeo em seu notbook para que eu visse, chamaram ele e me deixou so assistindo ao vídeo, quando acabou fiquei mexendo e encontrei varias pastas de fotos , “família”, “galera”, fui abrindo as pastas e vendo as fotos entrei em uma com a descrição “eu” tinha varias fotos de Tell sozinho , estava lindo em todas algumas com ele so de sunga me deixaram excitado, achei por bem sair mas uma pasta com a descrição “eu e meu brother” achei estranho pois Tell era filho único e resolvi entrar quando abri me surpreendi, fiquei intrigado e excitado estava lotada de fotos de nos dois juntos e minhas sozinho, de festas, baladas e fotos que tiramos por zueira mas apenas fotos de nos dois ou minhas. Vi as fotos e escutei a voz de Tell chegando perto sai das pastas e fui ao seu encontro. Passei o resto da festa bebendo e o seguindo com o olhar acabei apagando e acordei no meio da noite apenas de cueca em minha cama e Tell dormindo em sua cama também so de cueca com sua linda bundinha para cima, não resisti e abri o not de Telll e mexendo em seus arquivos acabei encontrando uma pasta cheia de vídeos pornôs gays e bisex. Abri alguns e de repente escuto Tell de pe me perguntando:

_ O que esta fazendo?

_ Descobrindo que meu melhor amigo é gay! _ Respondi olhando em seus olhos.

Com os olhos arregalados ele fecha o notbook e diz:

_ Você não tem esse direito!

_ É mentira?

_ Não, é verdade _ Me respondeu gaguejando.

_ É verdade que esta sentindo atração por mim também?

Abaixou a cabeça e não entendi o que ele disse, eu já de pe coloquei a mão em seu ombro e o forcei para baixo com uma das mãos enquanto tirava meu cacete com a outra.

_ Não fale nada apenas vem aqui e faz o que esta morrendo de vontade de fazer. Tell cheirou meu pau, lambeu e enfiou todo na boca. Que delicia sentir sua boca em minha rola, levantei Tell e o coloquei deitado na cama e me deitei por cima dele o sarrando e beijando seu pescoço disse sussurrando em sua orelha:

_ Ta gostando de sentir minha rola na sua bunda?

_ Muito _ Me respondeu entre suspiros.

_ Vai dar essa bundinha para mim? _ Perguntei mordendo sua orelha.

_ É toda sua meu macho tesudo, me come!

Peguei uma camisinha e o lubrificante no criado mudo, lubrifiquei seu cuzinho e enfiei tudo de uma só vez segurei seus ombros passando meus braços por baixo do seu corpo o encaixando em mim colando minhas costa em suas costas, fiquei parado para que Tell se acostumasse com meu cacete em seu rabo enquanto beijava seu pescoço e perguntei em seu ouvido:

_ Ta sentindo meu caralho todinho no seu rabinho meu gostoso?

_ Estou, mete bem gostoso vai.

Comecei a movimentar meu quadril em um movimento de vai e vem, tirando suspiros de Tell, fui aumentando aos poucos a velocidade, meu corpo queimava de tesão escorrendo meu suor, o cheiro do quarto aumentava minha excitação. Virei Tell de frente e na posição de frango assado bombei alucinadamente seu cu.

_ Faz aquele seu olhar matador para seu macho e sorri com essa sua cara de safado para mim vai!

Tell fez o que pedi me deixando ainda mais louco de tesão e meti com tudo acelerando o maximo que podia me acabando em um gozo fenomenal o melhor e mais intenso ate aquele momento em minha vida, Tell também gozou sem tocar em seu pau melando toda minha barriga com sua porra. Cai em cima de seu peito e descansamos coladinhos suados e melados de porra.

Algum tempo depois Tell estica sua mão, pega uma camisinha no criado mudo e com sua cara de safado tarado me diz:

_ Agora é minha vez!

_ Como é ? _ Perguntei assustado

_ Achou mesmo que eu ia te dar meu cu e não iria te comer? A mais de um ano penso em comer essa bundinha safada e vai ser agora!

_ Quer saber? Que se foda ou melhor que eu me foda! Vem e arromba esse cu que agora é seu, safado!

Tell veio e se posicionou na posição de 69 onde eu o chupei para deixar seu pau ainda mais duro enquanto ele me dedava lubrificando e abrindo meu cuzinho virgem. Quando meu cu ficou bem abertinho, piscando e o pau de Tell no ponto, duraço e molhadinho já com a camisinha comigo de ladinho Tell foi enfiando seu cacete em meu buraquinho, entrou rasgando quase que desisti mas agüentei firme, Tell parou um instante quando sentiu seu saco encostar em minha bundinha, segurou em meu pau e começou a beijar minhas costas, trazendo meu tesão de volta me alucinou quando apertou meus mamilos e iniciou o vai e vem em um rabo.

_ Me fode caralho! _ Gritei

_ So se for agora brother!

Estava muito gostoso, Tell pediu para eu cavalgar em sua vara, o que atendi rapidamente, sentir aquele mastro me invadindo me deu um tesão que me fez subir e descer frenético, Tell me bateu uma punheta me fazendo gozar apertar seu cacete e ele gozou com seu pau no meu cu. Deitamos e dormimos.

Quando acordei no outro dia, Tell já não estava em sua cama, fui ate a cozinha e ele estava lá, lindo só de cueca tomando café, me olhou sorriu e eu não resisti e abracei e beijei desejando bom dia. Estamos namorando desde então, mudamos da pensão e alugamos um apartamento, Já fazem 2 anos. Lembrar destes fatos me encheu de tesão e uma vontade louca de meter naquele cuzinho gostoso. E vocês o que acharam? Comentem! Thaw vou foder o Tell kkkk.

 

Autor: Mrpr2

 

Voltar

Comentario - Não é nescessario cadastro

Nenhum comentário encontrado.

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Criar site gratuito Webnode