Orgia no churrasco pai, filho e amigos

Orgia no churrasco pai, filho e amigos

Ola a todos eu sou o Brendon tenho 20 anos, cabelos castanhos, curtos, pele branca, magro muito parecido com meu pai Sandro de 39 anos a diferença é que ele tem o peito braços e pernas peludos e é bem parrudo como disse no conto anterior ele trabalha como segurança e tem que manter a forma antes ele tinha um corpo normal, mas depois que começou neste trabalho intensificou os treinos o que o deixou com um peitoral estufado que arranca suspiros de mulheres e homens na rua. Meu pai é casado com minha mãe, mas ela é aquele tipo de mulher que da mais atenção ao trabalho por mais que meu pai dissesse que ela poderia ficar mais em casa ela não concordava e acabou arrumando mais um emprego o que só fez meu pai e eu nos aproximarmos mais e não só nos dois.

Como contei no conto anterior  descobri que meu pai era mais que amigo de Carlos e acabamos transando a três depois disso fiquei pensando se meu pai transava apenas com Carlos ou se ele também transava com seus outros amigos que sempre estavam la em casa principalmente quando minha mãe não estava, meu pai e Carlos fizeram um pouco de mistério e ficamos algum tempo transando apenas entre nos, nem sempre a três. Nas minhas férias transava com meu pai quase todos os dias e com Carlos em algumas de suas folgas. Voltei ao trabalho e com a menor freqüência de sexo parecia que tinha um tarado dentro de mim, não podia ver uma mulher gostosa ou um homem que me atraísse que meu pau ficava duraço  e ate fui alvo de algumas piadinhas no trabalho por conta disso mas nada demais ficou só na zoeira entre amigos mesmo.

Um dia por conta de uma batida no poste  perto da fabrica onde eu trabalhava fomos dispensados mais cedo devido a falta de energia cheguei mais cedo em casa e peguei meu pai transando com dois amigos que eu já conhecia o Juca moreno, forte, careca, todo depilado, com uma cara de safado e uma rola grossa de uns 18 cm e Geraldo gordinho branco, uma rola de 16 cm grossinha com prepúcio.

Quando entrei eles se assustaram e pararam na hora, Juca parou de meter em Geraldo que parou de chupar meu pai.

_ Podem continuar garotos não liguem para mim, estou super cansado e vou para o banho.

Alguns minutos depois meu pai bate na porta do meu quarto, eu estava conversando por mensagem no celular , deitado, pelado meu pai vem meio sem graça eu digo que não precisa ficar assim eu já sabia dele com Carlos e já desconfiava que ele não era o único ele disse que seus amigos estavam planejando um churrasco entre amigos e que iria rolar muita carne cerveja e putaria e eu estava convidado só de pensar no que poderia rolar meu pau ficou duro feito rocha e meu pai cai de boca me mamando gostoso. Nossa como é bom você chegar cansado e receber uma chupeta gulosa relaxa mesmo.

Logo o feriadão chegou meu pai convidou minha mãe para ir a chácara já sabendo sua resposta e como sempre ela recusou dizendo ter muita coisa para fazer no outro dia de madrugada uma van para na porta colocamos as cervejas e carnes e fomos. Entrando na van Carlos já nos mostra o que teria pela frente nos dando tapas na bunda.

Chegamos e descarregamos a chácara era bem organizada com churrasqueira e piscina, toda gramada campo de futebol, sala com tv, DVD, computadores,   um café da manha foi posto a mesa e muita conversa fiada, risaiada, piada e as roupas começaram a serem retiradas primeiro as camisas, logo  Juca resolveu cair na piscina tirou a calça e pulou de cueca branca  que ficou transparente, Carlão disse que aquela cueca não estava tampando nada então Juca a tirou e atirou na direção de Carlos. Nossa que cara gostoso meu pau já pulava dentro da calça, Carlão safado como ele so, tirou toda a roupa e pulou pelado na piscina um ursão peludo com sua barba serrada abraçou Juca e lascou um beijo quente chupando sua língua gritos e uivos pela casa.

Enquanto os dois se pegavam na piscina meu, pai , Geraldo e eu colocamos um DVD para assistirmos. Depois que acabou Geraldo foi acender a churrasqueira  minutos depois Geraldo pergunta da janela se aceitamos lingüiça, meu pai diz que sim Geraldo vem trazer na bandeja e vem pelado meu pai diz:

_ Hummm uma bicada nesta  - colocando um pedaço de lingüiça na boca – E uma nesta – Colocando a rola de Geraldo na boca. Geraldo metia na boca de meu pai  e aquilo foi me excitando tirei minha rola para fora e Geraldo me chamou para junto deles deitamos no chão e fizemos uma espécie de circulo de chupação. Meu pai chupava Geraldo que me chupava e eu chupava o pau de Geraldo que Gritou para Carlos comandar a churrasqueira. Depois de algum tempo rodamos e meu pai passou a mamar meu cacete, eu mamar o pau de Geraldo que foi chupar o pau de meu pai.

 Todo aquele tesão eu queria era meter, meu pai sentou no sofá e Geraldo passou a mama lo entre suas pernas, eu Abri o rabão de Geraldo branco e grandão macio dei uns tapas naquela bundona deixando a corada abri e meti meus 17 cm la dentro Geraldo gemia abafado com a rola de meu pai na boca logo Carlos entrou dizendo que também queria participar. Veio por traz de mim beijando minha orelha passando sua barba cerrada em meu pescoço o que me deixava arrepiado  abriu minha bunda e enfiou sua língua dentro. Nossa que tesão, cravei fundo meu pau no rabo de Geraldo, com minha bunda lubrificada com baba Carlos enfiou seu cacete em mim.

Ficamos Geraldo mamando meu pai, eu comendo Geraldo e Carlos metendo em mim. Gozei fundo no cu de Geraldo e Carlos no meu e meu pai na boca de Geraldo que pediu para meu pai se ajoelhar no sofá e abrir a bunda geraldo com seu pau em riste cravou na bunda de meu pai eu fiquei descansando vendo a transa dos dois e Carlos foi verificar a carne. Juca entrou comendo e bebendo cerveja me entregou um prato e disse para eu ir pegar cerveja para mim, meu pai pediu uma e Geraldo outra. Quando voltei com as cervejas Juca estava sentado no encosto do sofá com meu pai mamando seu cacetão, meu pai dando para Geraldo que estava em pe metendo em meu pai.

Geraldo gozou e foi descansar e olhar a churrasqueira e meu pai foi junto. Carlos entra bebendo uma latinha e logo é puxado para um beijo de língua e briga de espadas por Juca. Tesão aquilo fez meu pau levantar novamente. Vendo meus estado Carlos me puxa pelo braço e nos beijamos a três, foi meu primeiro beijo triplo.

Carlos se deita e me chama para um 69 , lambe, deda meu cu e o deixa bem aberto Juca vem e começa a enfiar nossa mesmo tendo dado para Carlos o cacete de Juca era muito grosso para me ajudar Carlos suga em meu cacete e com as mãos abre mais minha bunda. Juca vai cu a dentro ate encostar seu púbis em minha bunda e fica por um tempo foi relaxando com as mamadas de Carlos e eu o mamando logo Juca inicia a meteção e gemo auto atraindo a atenção de meu pai e Geraldo la fora.

Enquanto Juca mete sem do em meu rabo meu pai e Geraldo ficam assistindo e um tocando punheta para o outro e bebendo cerveja. Juca se deita no chão e pede para eu cavalga lo  nunca senti nada como aquilo mas melhor do que eu sentar em seu cacete foi quando ele começou a socar em meu cu de baixo para cima  so não foi maior do que o tesão que senti quando ele me colocou de frango assado e socou com tudo no meu rabo eu vendo aquele morenasso metendo , o suor em seu corpo aquele peitoral delicioso gozei sem tocar em meu pau, meu pai, Geraldo e Carlos vieram e gozaram em meu peito e Juca em meu cu. Depois disso tomamos uma ducha e fomos comer, beber, cantar , contar piada. A noite chegou todos bêbados e mais orgia.

   Nem percebi quando apaguei, acordei no sofá e cada um em um lado da casa, tomamos café e fomos para a piscina. Sol, muito suco que trouxemos de abacaxi e limão, logo Carlão se aproxima de mim se encaixa atrás de mim e diz em meu ouvido.

_ Vim conferir o estrago que a verga o Juca fez no teu cuzinho.

Socou todo de uma vez so, nossa que delicia dar na piscina meu pai se aproximou e me pos para mamar seu cacete, Juca veio de um lado e Geraldo do outro e meu pai intercalando entre os dois, logo Carlos gozou em meu cu e meu pai desceu para a piscina e disse que seria a sua vez, Juca desceu e disse que iria comer meu pai enquanto ele me comia e Carlão foi meter em Juca já Geraldo o mais passivo preferiu me dar de mamar.  Pensa num trenzinho da felicidade cheio de tesão. Meu pai metendo em mim, Juca o comendo, Carlos socando no morenão rabudo e eu mamando em Geraldo.

Depois mais churrasco, muita putaria pela tarde e noite. Em resumo todos deram e comeram menos Geraldo que apenas deu, teve um momento que fizemos uma roda e enquanto um metia na boca outro metia no rabo de Geraldo e íamos revezando ate todos o comerem e fuderem sua boca. Antes de irmos embora fizemos uma grande roda uma mamando o outro eu chupava  Geraldo, que mamava Juca, que chupava Carlos, que fazia boquete em meu pai, que me chupava e depois invertemos.

Foi uma imensa putaria que quero repetir outras vezes e vocês alguém ai já fez uma orgia dessas? Tem vontade? Me conta ai, fuiiiii!

 

Autor: Mrpr2

Deixe seu comentario

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário