O Garotão e o quarentão - 8

O Garotão e o quarentão - 8

O Garotão e o quarentão - 8

 

Já era tarde da noite quando cheguei no quarto e Hercules estava dormindo ou fingindo dormir, no outro dia acordou sem falar nada comigo, quando acordei ele não estava mais no quarto desci e ele estava na mesa tomando café com Laura e James.

_ Bom dia! Não me acardou para descermos juntos.

_ Pensei que precisava dormir mais já que nem vi a hora que foi deitar ontem.

_ È eu estava tratando de alguns negócios que vão mudar nossas vidas!

Disse eu dando um beijo na testa de Hercules e me sentando ao seu lado que estava com cara fechada e Laura com cara de “eu te disse”. Tomamos café da manha e depois descemos para a piscina, James estava louco para descer no tobogam Laura rejeitou a proposta eu também, mas o garoto pegou em meu braço e dizia:

_Ha não tio, vem! Vai ser divertido vem!

Mesmo tentando se segurar Hercules sorria de canto de boca.

_ E ai pessoal tudo bem? Mais um dia lindo para se curtir?

Disse Marcelo chegando com Pedrinho a tira colo, que já foi abraçando James como se fossem velhos amigos.

_ Vamos brincar no tobogam vem com a gente?

_ Vamos! Vamos pai?

_ Claro! So se for agora!

Disse Marcelo bagunçando o cabelo do filho que liso apenas com uma balançada de cabeça voltou todos os fios para o lugar. E os quatros se viraram e começaram a ir em direção ao tobogam.

_ Ei esperem que eu vou também!

_ Mudou de ideia?

Perguntou com um certo tom cínico Hercules.

_ Se não encararmos nossos medos nunca atingiremos nossos objetivos, não é?

_ Bela frase de motivação, mas qual seria seu objetivo nesse caso?

_ Estar ao seu lado!

Hercules abriu um sorriso, mas nada disse e continuamos em direção ao tobogam.

Subimos as imensas escadas e so esse primeiro detalhe já era mais que suficiente para eu desistir, mas subi, o folego já quase me faltava quando chegamos ao topo olhei para baixo e meu corpo estremeceu olhei para os garotos e pareciam ligados a pilha rindo, brincando um com o outro Hercules olhou para mim e pela primeira vez no dia se aproximou de mim com carinho, o mesmo carinho de antes.

_ Nervoso amor?

Disse passando a mão pelas minhas costas chegando ao meu ombro do outro lado fazendo um carinho.

_ Se eu dissesse que não estou com medo estaria mentindo muito feio.

_ Calma, respire fundo e não olhe para baixo.

_ Como se fosse possível.

_ Ei calma olha para mim.

Disse Hercules se virando e ficando frente a frente a mim. Segurando em minhas mãos.

_ Não precisa de medo Otavio é bem seguro.

Disse Marcelo.

_ Não sei...

_ Acha que o Hotel faria algo para se prejudicar, perder hospedes, fechar? Pensa que eu deixaria meu filho ir se não fosse seguro?

_ È Otavio calma quer que eu va primeiro para você ver?

Acho melhor irmos primeiro ou ele vai desistir.

Disse Marcelo, eu ate iria dizer algo, mas ele estava com a razão. Os garotos desceram primeiro Marcelo depois eu segurava apertado a mão de Hercules. O homem que administrava a fila disse para eu ir sentei na ponta do tobogam olhei para baixo e instintivamente fechei os olhos e respirei fundo.

_ Não olhe para baixo!

Disse Hercules, tarde demais pensei.

_ Vai!

Gritou o cara que liberava a descida no brinquedo, mas eu fiquei estático não conseguia, meu coração estava acelerado então Hercules disse:

_ Relaxa amor e vai estarei logo atrás.

Hercules tinha voltado a ser o meu Hercules aquilo deu uma esquentada em meu coração e desci. Nossssaaaa! Que velocidade, quanta adrenalina! Quando cheguei a piscina e subi a superfície os meninos pulavam e gritavam me chamando de tio e logo gritavam para Hercules que logo que subiu me abraçou forte e disse estar orgulhoso de mim.

Descemos mais algumas vezes depois encontrei com Demetrius e fomos tratar de negócios. Como eram vários detalhes o dia se passou e nem percebemos. Em dado momento fui ao banheiro já era bem tarde olhei para uma das piscinas que estava longe das outras e vi Hercules e Marcelo os dois estavam sozinhos na piscina so este fato me fez parar e observar melhor.

Hercules e Marcelo estavam um ao lado do outro conversando, parecia algo serio embora Marcelo sempre esboçasse um sorriso. Então Marcelo deu um mergulho indo ate o outro lado da piscina e com um so folego voltou emergindo da agua bem de frente a Hercules quase se esfregando em meu amor. Tirou a agua do rosto olhou nos olhos de Hercules e disse algo. Aquilo já me fazia segurar na grade de forma firme e com muita raiva, meu desejo era de descer ate la, mas ao mesmo tempo eu estava paralisado como se quisesse ver ate o final onde aquilo tudo daria.

Hercules desviou o rosto disse algo, Marcelo então pegou no queixo de Hercules, do meu Hercules e virou para sua direção e foi aproximando seu rosto...

 

Continua...

 

Autor: Mrpr2

 

 

 

comente

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário